Faça você mesmo

Como utilizar Energia Solar para zerar a conta de Energia Elétrica

SIMPLES

Para reduzir o gasto mensal, basta aproveitar a Energia Solar, ela é fornecida de graça pela natureza. Imprecindível para a vida Animal e vegetal e todos teem direito a te-la.

FÁCIL

Não é fácil, necessita de um planejamento mínimo para apresentar os resultados desejados. Mas merece atenção especial ao seu maior obstáculo, maior entrave, a FALTA de conhecimento, informação, nossa maior MISSÃO aqui.

NOSSO OBJETIVO

Orientar, ensinar como pode ser feito, tirar as dúvidas, eliminar os mitos. Desejamos trazer para esse universo maravilhoso da Sustentabilidade e Economia.

ROTEIRO

1. Cálculo do Consumo

2. Definir que Sistema de Energia Solar Instalar

3. Pesquisar fornecedores

4. Providenciar infra estrutura

5. Definir sobre a homologação quando envolver Sistema Fotovoltaico OnGrid

6. Instalar o(s) Sistema(s)

7. Acompanhar o desempenho

8. Fazer a divulgação para amigos, redes sociais

1. Cálculo do Consumo

1.1 É básico. Para tudo que realizamos na vida de forma bem feita, faz-se necessário um planejamento, um projeto. E também muito útil saber o valor cobrado pela concessionária de energia elétrica pública. Não é incomum, encontrar-mos valores cobrados de forma indevida ou classificados em alícotas tarifarias incoerentes.

Simples. A partir de uma conta de energia elétrica recente. Localizar no corpo da conta de energia a quantidade de kWh consumidos. Normalmente deve constar no corpo da fatura e descrita como TE, e com quantidade igual descrita como TUSD. O cálculo do valor líquido é complexo e para simplificarmos, vamos adotar o valor bruto total, ou seja incluindo impostos, taxas, iluminação pública, bandeira etc. Então é só dividir o valor da conta de energia pela quantidade de kwh consuminas nesse mês da fatura, valor em R$/quantidade de kwh consumidos = valor de cada kwh cobbrados pela concessionaria, por exemplo, conta de R$200,00; total de kwh consumidos no mês, 250 kwh:

R$200,00/ 250kwh = R$0,80

O valor(bruto) do kwh pago pelo consumidor é de R$0,80 a cada kwh consumido.

1.2 Precisamos conhecer a quantidade de energia que consumimos regularmente

Para saber a potência, o tamanho do sistema de energia que possa captar, coletar a Energia Solar em quantidade Suficiente para o nosso consumo mensal, também utilizamos a fatura de energia elétrica. Nessa fatura mensal que utilizou para calcular o valor da Energia Elétrica cobrada, conta a quantidade em kwh consumida nesse mês, e em meses anteriores. Se na sua fatura não constar um histórico em forma de gráfico de barras ou a relação dos kwh consumidos mês a mês. Recomendamos que localize em seus arquivos as faturas de energia dos ultimos 12 meses.

E por que 12 meses? Porque hà uma variação mensal no consumo, hà meses que utilizamos mais ou menos, determinados equipamentos, como por exemplo, ar condicionado, aquecedor, iluminação extra, etc. Para que possamos garantir energia para atender o ano inteiro, utilizamos o cálculo baseado no consumo médio.

Localize a quantidade dos ultimos 12 meses, some todos eles e divida por 12. Se a sua instalação for recente, faça o calculo com o maior numero possível de consumos, se tiver apenas 6, some todos e divida por 6, se tiver apenas 10, some todos e divida por 10. Vamos imaginar que o seu calculo teve como resultado 300kwh/mes, ótimo, é esse calculo que será a base para calcular a potência, o tamanho do Sistema de Energia Solar.

2. Definir que Sistema de Energia Solar Instalar

A forma mais Racional de aproveitamento da Energia Solar em uma instalação, quando hà utilização de energia para aquecimento de água, não importa se residencial, comercial ou industrial, é a utilização de um Sistema de Aquecimento Solar (SAS) em conjunto comum Sistema Fotovoltaico (SFV), Por razões economicas, principalmente na utilização residencial. No consumo residencial, chuveiros elétricos, consomem em média 50% (ou mais). Os Sistemas de Aquecimento Solar são mais eficientes nessa função, mais simples e consequentemente, é um investimento mais economico que o SFV com potência equeivalente.

Inicialmente vamos desenvolver uma solução com ambos os Sistemas, Aquecimento + Fotovoltaico, mas, vamos desenvolvolver a Simulação para adoção do Sistema Fotovoltaico quando não houver viabilidade técnica de instalação conjunta, ou o Usuário não achar interessante.

2.1 Calculo da Potência do Sistema Necessário

Quando adotamos os 2 Sistemas, consideramos 1 sistema de aquecimento para suprir 50% do total da energia consumida e mais 1 Sistema Fotovoltaico para os outros 50% ou seja se o calculo de consumo medio mensal é de 300kwh/mes, a potência do sistema fotovoltaico será responsavel por produzir em média 150kwh/mes e o Sistema de Aquecimento vai suprir o equivalente aos outros 150kwh/mes.

2.2 O Sistema Fotovoltaicos

A maior parte dos fornecedores e distribuidores de equipamento fornece o Sistema em forma de Kits. Os kits são compostos basicamente por: 1 Inversosr de frequencia; 1 conjuntode paineis fotovoltaicos; 1 conjunto de ferragens para fixação sobre telhados; 1 conjunto de parafusos em aço galvanizado ou aço inóx; 1 par decabos para inteligação entre o painel e a caixa de conexão/proteção (string box); 1 conjunto de conectores para corrente continua; 1 String Bbox, caixa com as proteções de energia em CC e CA.

Para o calculo da potencia do sistema, dividimos a quantidade de kilowatts hora mensal por 30 dias, encontramos a quantidade de kilowatts hora diaria. Depois dividimo a necessidade diária pela quantidade de horas de produção.

O cálculo da produção é a somatória do tempo compreendido entre o clarear do dia e o anoitecer, sendo que a irradiação começa mńima, aumente até umas 12 ou 13 horas e vai se reduzindo ate o anoitecer. Como ha complexidade nesses cálculos e observa-se que em cada região, latitude ocorre um valor médio, adotamos uma tabela técnica que substitui essa somatoria por um determinado tempo considerando a produção máxima do Sistema, ou seja se o Sistema tiver potencia de 1Kwp, não podemos utilizar 1kwp x 12 horas (dia), e sim o valor da tabbela correspondenta a região, para São Paulo, teremos na tabbbela o valor de 4,75 (04:45hs), ou seja para um sistema de 1Kw, teremos 1kwp x 4,75 = 4, 75 kwh

obs.:

1. kilowatt pico, é a potência máxima possível do sistema, ou seja, nas melhores condições de insolação, captação de Energia Solar.

2. kilowatt é uma unidade de Energia consumida/gerada. kilowatt/hora é uma unidade de quantidade de Potência consumida ou gerada a cada hora

Em nosso exemplo com necessidade de 150kwh/mes:

150 kwh -> mês, / 30 dias 5 kwh/dia / 4,75 = 1,05Kw Potência necessária

Os paineis de 2m, (são os mais utilizados), cada painel capta e gera 330w ou 0,33kw

Logo o sistema necessário para essa demanda mensal, na região de São Paulo será um sistema com um Inversos de Potência de 1kw e + 3 paineis de 330w, que produzem no máximo 990watts.

A maior parte dos kits são fornecidos com numero par de paineis, logo, para esse sistema um kit com 4 paineis, teremos uma potencia pico de 1,32kwp, que podera produzir 1,32kwp x 4,75 = 6,27khw/dia e 188 kwh/mes, devendo superar a necessidade meia mensal.

2.3 Sistema de aquecimento

O Sistema de Aquecimento Solar é composto basicamente por: 1 Reservatório térmico, também conhecido como Boiler; e 1 conjunto de paineis coletores.

Os sistemas de aquecimento são baseados na necessidade diaria de consumo de agua quente. Adotamos tabelas com as recomendações praticas para isntalações simplificadas, baixa demanda, sendo para uso residencial de pequeno e médio porte (até 500m2), Para banho, 100 litros por dia, pontos adicionais (cozinha, lavanderia) entre 30 e 50 litros/dia. Nesse caso, exemplo, tomamos a utilização diaria de 4 pessoas, ou seja, 400 litros de água quente/dia. Para o cálculo da quantidade de páineis coletores consideramos a média de 1m2 para cada 100 litros, e também nos sistemas de aquecimento, o tamanho mais pratico e mais utilizado, são os paineis com 2m2 (2mx1m).

Para atender a esse uso simulado (conta de 30kw/mes) teremos um Boiler de 400 litros e 2 paineis de 2m.

Esse volume atende de forma racional 4, 6 pessoas com ponto adicional, na cozinha, lavanderia, dependendo do uso racional (de 5 a 10 minutos).

Obs.:

1. Todos os projetos minha casa minha vida, são entregues com sistemas de 200 litros, que atendem até 4 usuarios, mas são muito limitantes, não permitem desperdicios e representam uma diferença de investimento muito pequena para um sistema de 400 litros.

2. Familia com habitos mais comodos, (banhos acima de 10 minutos), deve ser considerado reservatorios maiores, 500, 600 litros (maior área de paineis).

3. Um Sistema de aquecimento com 2 paineis de 2m2 de alta eficiência pode gerar uma economia equivalente ao consumo mensal de 360kwh/mes.

TABELAS DE EQUIPAMENTOS FACILMENTE ENCONTRADOS

Para pequenos consumos onde os valores consumidos não ultrapassam R$1.000/R$2.000 por mes, e não é possivel encontrar sistemas que gerem os valores exatos, estamos disponibilizando exemplos práticos de POTENCIA e Capacidade que atendem ou superam a necessidade de 99,97% dos consumidos já atendidos em projetos onde tivemos conhecimento e/ou participação direta ou indireta. Essas tabelas serão atuazadas durante todo o mes de junho de 2020, confira!

TABELA DE EQUIPAMENTOS COMERCIAIS

Instalando o SAS (aquecimento) + SFV (fotovoltaico)

Contas de Energia com consumo médio de:

kwh/mesSAS em litrosSFV em KWpInvestimento médioEconomia R$ (SP)Economia R$ (RJ)
Até 1002000,66 *3.500 + 4.000150180
De 100 até 1504001,325.000 + 8.000250300
De 150 até 2004001,345.000 + 8.500280330
De 200 até 2505001,986.000 + 9.000300350
De 250 até 3005002,16.000 + 10.000350400
De 300 até 3506002,17.000 + 10.000400450
De 350 até 4006002,647.000 + 12.000450500
De 400 até 5008002,688.000 + 16.000500550
De 500 até 6008003,38.000 + 20.000550600

* kit com microinversores

Os de economia, são estimativas com base na performace de equipamentos por nós instalados, dentro das melhores práticas e recomendações e com a tarifa de estudo. Devem ser superados, elevando ainda mais a economia em uma nova instalação.

Instalando apenas o SFV (fotovoltaico)

kwh/mesSFV em KWpInvestimento médioEconomia R$ (SP)Economia R$ (RJ)
Até 100 *0,664.5007590
Até 1501,329.000150190
Até 2001,9811.000220280
Até 2501,9811.000220280
Até 3002,112.000240300
Até 3502,6415.000310380
Até 4002,6816.000320390
Até 5003,3518.000390480
Até 6004.6220.000530660





* kit com microinversores

Os valores de economia, são estimativas com base na performace de equipamentos por nós instalados, dentro das melhores práticas e recomendações e com a tarifa de estudo. Devem ser superados, elevando ainda mais a economia em uma nova instalação.

Instalando apenas o SAS (Aquecimento) Economia média de 50% na conta de Energia

kwh/mesSAS em litrosInvestimento médioEconomia R$ (SP)Economia R$ (RJ)
Até 1002003.5005060
Até 2004005.000100120
Até 3004005.000120150
Até 4005006.000160200
Até 5005006.000200250
Até 6006007.500240300
Até 7006007.500300350
Até 8008008.500320400

Os valores de economia, são estimativas com base na performace de equipamentos por nós instalados, dentro das melhores práticas e recomendações e com a tarifa de estudo. Devem ser superados, elevando ainda mais a economia em uma nova instalação.

Essa pagina sofrera atualização diaria até 30 de junho de 2.020